Contexto e Motivação

Dados do CENSO 2016 mostram três aspectos cruciais: existem aproximadamente dois mil e quatrocentos cursos superiores relacionados à Computação e Tecnologia com quase 313 mil estudantes; a taxa de evasão é altíssima, com menos de 15% dos matriculados concluindo seus estudos; e apesar do alto número de estudantes, a presença feminina no corpo discente tem reduzido nas últimas duas décadas (praticamente) de 24% para 14%, e continua a diminuir. Em paralelo, estudos mostram que equipes com maior diversidade (entre elas, a de gênero) são mais competitivas no mercado bem como atingem melhores resultados na qualidade de produtos e serviços desenvolvidos. Assim, é imperativo que tal desbalanceamento de gênero na área de Computação seja amenizado, sob risco de comprometer a própria evolução da tecnologia computacional como um todo.

Objetivos

Em tal contexto, este projeto visa seguir a tendência mundial de ações para aumentar a presença feminina nos cursos de Ciências Exatas, em especial a Computação, da UFMG. Os objetivos são: ( i ) compreender o perfil das estudantes atuais dos cursos de Computação oferecidos pelo DCC/UFMG; ( ii ) preparar material de divulgação da área; e ( iii ) realizar atividades para atrair mais meninas para as áreas de Computação e Tecnologia da Informação, em especial para os cursos oferecidos pelo DCC/UFMG.

BitGirls